Páginas

24 fevereiro 2012

Leitura & Escrita

Se te falta algo para escrever, saiba logo que tens faltado a leitura. Quem lê, escreve. Isto sou eu que digo se alguem disse antes, não foi desta maneira e disconheço.

16 fevereiro 2012

Visitas relâmpagos do Itai Maque.

Governador da Zambézia dr. Itai M. fez uma visita surpresa ao hospital provincial de Quelimane.

24 corpos no chão espalhados pela morgue; Doentes sem ninguém para atende-los! Apesar de lá haver gente figindo estar a trabalhar!

A Directora do Hospital há 6 meses, disse hoje no café da manha da RM que as mortes em massas devem-se à chegada tardia dos doentes de SIDA à unidade sanitária e que não é verdade que o senhor Governador tenha encontrado 24 corpos não obstante louvar a visita de sua Excias.

Para esta dirigente isso significaria todas as camas cheias e respectivas 4 mesas lá existentes!!! Daí, apela para que as constataçãoes sejam feitas e a informação seja fiável. O ponto é deve ou não haver visitas espontânias dos dirigentes superiores da nossa administração pública aos serviços públicos até privados?

Vamos pensar

15 fevereiro 2012

Criatividade inata em Moçambique-Gaza

Não podemos importar mas podemos produzir locamente para o uso próprio... heheheh...

14 fevereiro 2012

Prof. José Chichava no Café da Manhã na RM

Moçambique Com cerca de 13 mil graduados em ensino superior na sua maioria desempregados.O Prof. José Chichava PhD em economia, ex-Ministro da Administração Estatal, deputado da Assembleia da República e docente na UEM.

Diz que o número de graduados que saiem das Universidades e Institutos superiores do país, ainda são muito poucos para um país como tal. Porém, no lugar de ficarmos a nos morder e a ver o que está errado, exemplo, os graduados do curso de economia podem muito bem formarem núcleos e criarem uma oucupação.

Eu prefiro a opção do Prof. Lourenço do Rosário: 1º - "A queles que já estão colocados e tem um salário, deviam criar actividades que coloquem os recém graduados como assalariados"  porque não é possível todos sermos empresários, terá de existir quem administra os negócios dos outros. 2º - Aqueles que oucupam dois três postos no aparelho do Estado e nas empresas públicas, deviam abrir espaços para os outros, permitindo que os mais experientes passem para cargos de direcção deixando vagos os postos mais baixos para os recem graduados. Qualquer oucupação deve ter um ponto de partida, os graduados de Moçambique o fazem por via de bolsas de estudo porque são filhos de Motoristas, Camponeses familiares etc... e até de viuvas, os 7 Bis não chegam para todos...

Portanto, políticas redistribuitivas na área de emprego são necessários. vejamos por exemplo na área de educação e saúde quem cria um centro infantil, uma farmácia etc. são os reformados ou gente que já teve o primeiro emprego, conheço muitos técnicos superiores que trabalham como técnicos médios mas eles dão de si para começar! O que acontece é que muitos ném isso conseguem porque o Estado não tem... Então, como começar?

Pensa Comigo

10 fevereiro 2012

Sindicatos gregos chumbam nova vaga de austeridade | euronews, mundo

Sindicatos gregos chumbam nova vaga de austeridade | euronews, mundo


Cadê a FIR?

Saber viver

A vida é uma competição, nunca deixe o seu adversário numa posição de vítima porque isso só lhe reforça para sua derrota. temos assistido várias vezes na família mesmo na sociedade, a nossa arrogância superar o nosso controlo emoncional, acabamos colocando nossos adversários em posição de vítimas e o julgamento acaba nos condenando! Que tivesse sido um pouco mais calmo para ganhar na justiça dos homens como divina.



Pensa comigo